quarta-feira, 17 de junho de 2015

Jogo do Bicho no Palácio Pedro Ludovico Teixeira

 Nesta ultima terça-feira 16/06/15 professores em greve da rede estadual de ensino fazem ato político no Palácio Pedro Ludovico Teixeira para denuncia o envolvimento do Governo do Estado com o bicheiro Cachoeira.



Dia de segunda-feira (15/06/15) é dia de luta para professxr de greve!

Professores em greve fazem ato político no Vapt Vupt para denunciar a população goiana o descaso do governo do estado perante as demandas dos trabalhadores da educação






sexta-feira, 12 de junho de 2015

A casa do povo está assobrada!

Nesta última quinta-feira 11/06/15  professores da rede estadual de ensino, em Greve, fizeram ato político pela demissão imediata dos funcionários fantasmas da ALGO denunciado em rede nacional. Este governo não tem dinheiro para educação, saúde e segurança mas tem para funcionários fantasmas na casa do povo! 






A Greve Continua Marconi a Culpa é Sua!




Em assembleia geral da categoria, no último dia 09 de Junho trabalhadores da educação do estado de Goiás votam pela permanência da Greve, visto que as negociações não avançaram. Os motivos pela permanência passam pela falta de condições de trabalho, concurso público, qualidade de ensino, pagamento do Piso Salarial e da Data Base. A postura do governo em não negociar demonstra a falta de comprometimento com a educação de qualidade e com a administração pública. Este governos diz que educação está em primeiro lugar mas deixa centenas de alunos sem aula e não valorizam os trabalhadores da escola. 



quarta-feira, 10 de junho de 2015

A falsa da Reforma Administrativa em Goiás


O Dep. Jose Nelto denunciou na ALEGO, dia 02/06 que depois de 4 meses (Jan-Abr) da reforma administrativa a folha de pagamento subiu 2,47%.

Passou de 675 milhões de reais para 692 milhões de reais. Houve um acréscimo de mais de 16 milhões.

Governador, PARE DE MENTIR PARA A SOCIEDADE GOIANA!!!!!

RETIRE A PROPAGANDA ENGANOSA DA TV!

- Falsa redução de secretarias!
- Criação de super secretarias!
- Criação de 40 cargos de primeiro escalão!
- Não houve economia!

Assista o vídeo:

video

De volta à ALEGO

No dia 02 de Junho, professores da AMPG realizaram um ato cultural na Assembleia Legislativa de Goiás.

Primeiro uma comissão foi recebida pelo Dep. Helio de Sousa; na reunião foram denunciadas as agressões sofridas pelos professores na semana passada, foram entregues cópias dos vídeos, do boletim de ocorrência e da denúncia no MP. 

Ressaltamos que o ato não tinha intuito de depredação!

Em seguida, com os rostos pintados, os professores fizeram um ato cultural no saguão principal com música e poemas.
No plenário os professores entoaram palavras de ordem.
Fomos recebidos pela Dep. Isaura Lemos que, além de apoiar a luta dos professores, fez denúncias importantes. 










AMPG NA LUTA!

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Ato na ALEGO e agressão aos professores(as)

Na terça-feira, 26/05, às 15h, os professores da AMPG foram até a Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (ALEGO).

A propostas era vestir-se da cabeça aos pés com sacos de lixo e entrar na ALEGO. O protesto tinha como ideia retratar o modo com que a educação pública de Goiás está sendo tratada pelo Governo do Estado, na figura do governador e deputados estaduais.

Ao contrário do que alguns afirmam, nós da AMPG faríamos um ato pacífico, ordeiro e todo o material utilizado no protesto não seria deixado pelos corredores da ALEGO, mas permaneceriam junto aos professores e jogados no lixo após o ato. Como sempre fazemos com todo o material utilizado.

A política de precarização é nítida, basta conferir em visitas às escolas do estado, no atraso das verbas e na desvalorização dos trabalhadores em Educação.
Um dado importante quanto às verbas é o fato de a 2ª parcela do PROESCOLA de 2014 ainda não ter sido enviada às escolas, ainda que a 1ª verba de 2015 já tenha sido paga.


Os professores foram impedidos de entrar na ALEGO, um dos policiais legislativos dá um tapa no rosto de um dos professores da AMPG e em seguida os demais policiais começam as agressões.

Os fatos narrados podem ser vistos em vídeos feitos pelos próprios professores da AMPG que repercutiram na mídia estadual e nacional:

video

video
video

video


http://www.plantaoonlinenoticias.com.br/#!Professores-em-greve-são-agredidos-de-forma-covarde-por-seguranças-da-Assembleia-Legislativa/cjds/55663f060cf2adc1ad61a22b

http://www.jornalopcao.com.br/ultimas-noticias/professores-estaduais-sao-agredidos-pela-policia-legislativa-36654/

http://g1.globo.com/goias/jatv-1edicao/videos/t/edicoes/v/professores-estaduais-em-greve-entram-em-confronto-com-segurancas-da-assembleia-em-goias/4210649/

https://www.facebook.com/agenciapopularbr/videos/429409077231681/


AMPG protocolou na manhã de 27/05, no Ministério Público Estadual (MP-GO), um pedido de análise das agressões sofridas no dia 26/05 na ALEGO.

No mesmo MP-GO há um processo de investigação sobre parcelamento de salários realizado pelo Governo de Goiás: http://www.dm.com.br/cidades/2015/05/ministerio-publico-investiga-parcelamento-de-salarios-realizado-pelo-governo.html#

NÃO VAMOS NOS CALAR!

Ato Cultural na SEDUCE

Na segunda-feira, 25/05, membros do MPG realizaram um Ato Cultural na Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (SEDUCE) às 15h.

Várias apresentações aconteceram dentro e fora do prédio.

O intuito foi ocupar o espaço público, espaço este que pertence aos trabalhadores em educação do Estado, e novamente apresentar as pautas de reivindicação.














Esta senhora comentou o ato no Facebook de forma bastante inteligente. A AMPG agradece a solidariedade.


Assista os vídeos:

video


video


video

Associação Mobilização dos Professores de Goiás - AMPG

No sábado, 23/05, às 9h, em frente a Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, foi realizada a Assembleia para fundação da Associação Mobilização dos Professores de Goiás (AMPG). Todos os procedimentos legais, pós aprovação em assembleia, já estão sendo tomados e em breve os trabalhadores em educação de Goiás terão uma nova forma de representatividade.

A AMPG tem como proposta atuar de modo mais combativo, denunciando, mobilizando, divulgando e lutando por uma educação pública digna para Goiás.

Faça parte! Associe-se!







quarta-feira, 20 de maio de 2015

Assembleia do MPG

Compareça:


Ato Unificado

Hoje, 20 de maio de 2015, foi realizado um ATO UNIFICADO que reuniu trabalhadores em educação das Redes Estadual de Goiás, Municipal de Goiânia e Municipal de Aparecida de Goiânia.

A concentração aconteceu na Avenida Rio Verde, uma importante via de acesso a Goiânia e Aparecida de Goiânia, às 17 horas.

Depois da participação de vários professores no microfone onde foram destacadas as principais pautas de reivindicação, o grupo seguiu em passeata pela Avenida.

Concentrados em frente ao Shopping foi realizado um ato que representou a indignação dos trabalhadores. Bonecos do Governador Marconi Perillo, dos Prefeitos de Goiânia, Paulo Garcia e Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, da Secretária de Educação de Goiás, Raquel Teixeira, da Secretária de Educação de Goiânia, Neyde Aparecida e do Secretário de Educação de Aparecida de Goiânia, Domingos Pereira foram queimados.

Os professores fizeram um ato importante, com representatividade e colocaram as pautas para a sociedade que demonstrou apoio ao Ato.

Alguns pontos importantes merecem destaque, como a denúncia de autoritarismo nas Secretarias das 3 regiões, demissão de contratos temporários e ameaças de sub-secretári@s.

Os professores deram o recado!

EDUCAÇÃO NA RUA, GOVERNO A CULPA É SUA!









terça-feira, 19 de maio de 2015

Calendário de Mobilização do MPG

Venha fazer parte:


Escolha os atos que se encaixam na sua rotina e participe!
Essa luta é SUA! Não espere que lutem por você!

Importante:


Vamos demonstrar a força que os trabalhadores em Educação têm!

GREVE DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE GOIÁS - Maio/2015

No dia 08/05/2015 (sexta-feira) foi deflagrada GREVE da Rede Estadual de Educação, a partir do dia 13/05, em Assembleia realizada em frente à Assembleia Legislativa do Estado de Goiás. 

Os professores decidiram pela greve por tempo indeterminado.


A Pauta de reivindicações é a seguinte:

Ø  Pagamento imediato do piso de 2015 com retroativo a janeiro e sem parcelamento para PI, PII, PIII e PIV;
Ø  Pagamento imediato da diferença do piso não paga desde que a Lei 11.738/08 entrou em vigor;
Ø Revogação do art. 1º, incisos I e II, da Lei Nº 17.508/11 que retira a gratificação por titularidade, e do inciso IV que diminui a diferença entre PI e PIII, achatando a carreira docente;
Ø  Concurso público imediato;
Ø  Nenhuma forma de privatização/terceirização em gestão pedagógica, espaço físico, merenda ou qualquer outra área, seja por OS, PPP, OSCIP, ou alguma forma de aniquilar a educação pública;
Ø  Respeito à autonomia docente e de gestão;
Ø  Respeito à estabilidade historicamente conquistada;
Ø  Retirada do foco nos resultados como forma de opressão;
Ø  Rompimento total com as ideias do Programa Pacto pela Educação;
Ø  Retirada da ALEGO do Projeto de Lei 0815 que modifica o quinquênio;
Ø  Valorização dos servidores administrativos por meio de plano de carreira condigno e melhoria das condições de trabalho;
Ø Cumprimento da Lei nº 13.909, inclusive no tocante à remuneração condigna e liberdade didática (incisos III e VIII, art. 4º);
Ø  Aplicação dos 25% da arrecadação na Educação e gestão da verba pela SEDUCE;
Ø  Cumprimento do direito à licença aprimoramento e licença prêmio;
Ø  Fim do PIA ou de qualquer modelo de recuperação imposto que visa o atendimento de índices enganosos;
Ø  Fim do Programa Reconhecer;
Ø  Fim do SAEGO;
Ø  Fim às perseguições políticas, intimidações, pressões e autoritarismos de tutores, diretores e subsecretários.

Dia 09/05/2015 - 1ª Plenária do Mobilização dos Professores de Goiás

Pauta - Implementação das O.S ; Concurso público; Greve da rede Estadual de Educação. 
Participação - Prof. Dr. José Carlos Libâneo.

 

Dia 13/05/2015 - Reunião com a Secretária de Educação, Raquel Teixeira

Foram expostas as reivindicações e perguntas dos membros do MPG no Facebook.

  


Dia 14/05 - Pedágio em frente ao Centro Administrativo de Goiânia



Dia 15/05 - Manifestação no Colégio Estadual Irmã Gabriela (Conj. Riviera - Goiânia) e Colégio Estadual Colina Azul (Aparecida de Goiânia)



     
 

16/05 - Reunião do MPG (Faculdade de Educação)

Os professores, efetivos e contratos temporários, tiveram voz e ajudaram a decidir o calendário de ações da semana seguinte à reunião. Parabéns a todos pela participação ativa na greve!

                 


18/05/2015 - Visita às escolas de Anápolis

19/05/2015 - Manifestação de Professores com o apoio de alunos dos colégios militares de Goiânia

 
 
 
 


E a luta pela educação continua...!